2017

Conheça os três vencedores da edição de 2017.

MEDALHA DE OURO

Evando da Silva Ramos

Colégio Estadual Francisco de Paula Achilles.

Primeiro representante de São Gonçalo a conquistar essa premiação, o jovem é um dos fundadores de um grupo de apoio à escola onde estuda, que arrecada doações e estimula boas práticas entre os alunos. Além disso, participa do projeto de missionários americanos no Brasil, com atuação em diversas comunidades da cidade, com atividades de tradução e recreativas. Com estas iniciativas, já ajudou mais de 200 crianças.

“Tudo o que eu sou devo a uma ajuda voluntária que recebi em 2016. Isso me motiva e me faz querer ajudar outras pessoas. Sendo voluntário, aprendi a ter sentimentos de gratidão e humildade, que estão sempre presentes na minha vida”, acentua Evando.


MEDALHA DE PRATA

Rafael Rabelo de Souza

CIEP 321 Doutor Ulisses Guimarães.

É um dos coordenadores do Projeto Sociocultural Bandeirantes, que atende crianças e jovens, de três a 20 anos, com o reforço escolar. Dedica parte do seu tempo como educador comunitário e ainda é líder da equipe de comunicação. Além de contribuir com o desempenho escolar, o objetivo do projeto é melhorar o comportamento das crianças e aumentar a afetividade nas relações familiares.

“Com o voluntariado, desenvolvi a maneira de expressar minhas opiniões que antes estavam ocultas. Também deixei de levar uma vida fácil dentro de casa, reduzindo o tempo livre para investir no projeto e percebi que poderia, efetivamente, contribuir com o desenvolvimento das crianças”, afirma Rafael.


MEDALHA DE BRONZE

Lucas Guarnelli Scherpel

Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ).

Junto com seu professor e colegas, participa do projeto "Maracanã e Suas Árvores" que pesquisou mais de 100 árvores presentes na região do Maracanã. Além disso, desenvolveu um aplicativo como forma de compartilhar a sua pesquisa com a população, no qual mostra os dados sobre cada árvore do entorno.

“O que me motiva é conscientizar a população de que a inserção da arborização urbana atuará diretamente no bem-estar das pessoas, bem como na redução de gases poluentes. Além disso, aprendi a correr atrás dos meus objetivos e a não desistir quando encontrar um obstáculo”, destaca Lucas.

FINALISTAS

Conheça todos os finalistas que fizeram história na premiação, em 2017.


  Alan do Silva Gomes Pereira – Escola SESI
  Ana Beatriz de Oliveira Rodrigues – Colégio Estadual Vicente Jannuzzi
  Ana Luiza Roveglia Abreu de Oliveira – Colégio Cruzeiro
  Arlisson Goulart Hermenegilde – Colégio Estadual Dom Eugênio de Araujo Sales
  Claudionei Abreu da Silva Junior – Colégio Estadual Professor Francisco de Paula Achilles
  Diogo Carvalho de Freitas – Colégio Estadual Infante Dom Henrique
  Emilly Alves da Silva de Oliveira – Colégio QI
  Gabriel Raposo Jochimek – Colégio Liceu Franco Brasileiro
  Gabriel Rodrigues Felix – Colegio QI
  Gisele Basilio Silva Santos – Colégio Estadual Ignácio Azevedo do Amaral
  Graziele Thomaz de Almeida – Colégio Estadual Ignácio Azevedo do Amaral
  Italo Leonardo Silva Medeiros da Cunha – CIEP 117 Carlos Drummond de Andrade Brasil
  Jenyffer da Silva Portella – Colégio Estadual Alina de Brito
  Joanderson Cadena da Silva – Colégio Estadual Souza Aguiar
  Julia dos Santos Souza Felizardo – Colégio QI
  Julia Rosa de Medeiros – Colégio Estadual Vicente Jannuzzi
  Juliana Castelo Branco Dreyer – Colégio Liceu Franco Brasileiro
  Kawan Lopes Tomé – Colégio Estadual Professora Vilma Atanázio
  Laura Martins Soares Bergara – Colégio Cruzeiro
  Letícia Tupinambá – Colégio Veiga de Almeida
  Luan Silva da Nobrega – Colégio Estadual André Maurois
  Michael da Rocha Sousa – Colégio Estadual André Maurois
  Paola Silva de Carvalho – CIEP 259 Professora Maria do Amparo Rangel de Souza
  Pedro Gabriel de Mello e Souza Campana – Colégio Cruzeiro
  Sara Aparecida Pimenta dos Santos – Colégio Estadual Professor Antônio Maria Teixeira Filho
  Vitória Cardeal Rodrigues Teixeira – Colégio Veiga de Almeida
  Weslley de Almeida Cabral – CIEP 379 Raul Seixas
X
Alan do Silva Gomes Pereira

Inspirado pelos pais e pelos participantes do Projeto Kafango Verde, de inclusão social e de cunho ambiental, decidiu ensinar mergulho aos jovens atendidos pelo projeto, com o objetivo final de ajudar na limpeza do lixo jogado no mar e em trilhas. O projeto já beneficiou centenas de jovens, além de ter grande impacto positivo para a natureza.

X
Ana Beatriz de Oliveira Rodrigues

Ana auxilia nas aulas de Muay Thai, duas vezes na semana, para cerca de 100 crianças entre seis e 12 anos no Centro de Treinamento Thiago Marreta. O objetivo é promover a prática desse esporte e passar conceitos como disciplina e responsabilidade. Além disso, realiza, em todas as datas comemorativas festa com distribuição de brinquedos, comidas, etc.

X
Ana Luiza Roveglia Abreu de Oliveira

Ana Luiza atua na Creche no Hospital Curupaiti. Com o apoio de sua escola, ela reuniu um grupo de pais e alunos para visitar a creche aos finais de semana. Ana tornou-se presidente do projeto, sendo a responsável pela organização, recreação e alimentação das crianças, junto com outras pessoas.

X
Arlisson Goulart Hermenegilde

Arlisson participa de um projeto no Conselho de Jovens do Projeto Jovens Construtores que atende 30 jovens da comunidade do Borel e planeja o atendimento de mais 30 jovens na Mangueira. Ele atua em oficinas sobre temas como álcool e drogas e também é o responsável por realizar a divulgação do projeto nas mídias sociais.

X
Claudionei Abreu da Silva Junior

Fundador do Grêmio Estudantil de sua escola, Claudionei desenvolveu ações como a criação da primeira horta do colégio, de uma composteira para produção de adubo orgânico, de um novo jardim e de uma nova pintura na quadra de esportes, além da realização de outras atividades escolares para que os alunos tenham um local adequado e com mais qualidade para estudar.

X
Diogo Carvalho de Freitas

Diogo ajuda pessoas em situação de rua e pessoas com dependência química, atuando junto com um grupo de sua instituição religiosa na entrega de alimentos pelas ruas da cidade. Ele também se dedica a conversar com essas pessoas, com o intuito de orientá-las sobre os centros de recuperação.

X
Emilly Alves da Silva de Oliveira

Emilly encontrou uma forma de tentar ajudar outros jovens que passam por dificuldades por meio de ações de gentileza urbana, ela se reúne junto com seus amigos em uma praça no bairro onde mora para falar sobre amor para as pessoas, fazer rodas de conversa, cantar, tocar violão e trocar experiências.

X
Evando da Silva Ramos

Por já ter sido beneficiado por meio do voluntariado, Evando encontrou a inspiração para ajudar outras pessoas. No projeto de missionários americanos no Brasil, ele participa fazendo atividades de tradução e atividades recreativas. Evando também é um dos fundadores de um grupo de apoio à escola que arrecada doações e estimula boas práticas entre alunos.

X
Gabriel Raposo Jochimek

Gabriel compartilha seus conhecimentos nas áreas de programação e montagem de robôs com aproximadamente 50 meninas, integrantes do Novo DEGASE - Departamento Geral de Ações Socioeducativas. Junto com seus companheiros de equipe, desenvolveu uma didática própria para ensinar conceitos de programação e montagem, sempre destacando a importância da dedicação e superação.

X
Gabriel Rodrigues Felix

Gabriel é voluntário no curso pré-vestibular PC5 Educação e dá aulas de português, matemática e redação, além de realizar ações de cultura e cidadania com o objetivo de apoiar 60 adolescentes nos estudos e nos seus objetivos de vida.

X
Gisele Basilio Silva Santos

Gisele realiza aulas de capoeira duas vezes por semana em uma unidade pública e ajuda a mobilizar doações por meio da mensalidade das crianças, que é um quilo de alimento. Os produtos arrecadados são doados para as famílias da comunidade pelas próprias crianças vestidas de super-heróis.

X
Graziele Thomaz de Almeida

Graziele é voluntária com mais 15 jovens e realiza, quatro vezes ao ano, um dia de lazer com atividades culturais e esportivas para crianças da Cidade de Deus. Ela também atua na mobilização de doações de brinquedos, roupas e calçados para conseguir atender a mais de 200 pessoas por evento.

X
Italo Leonardo Silva Medeiros da Cunha

Ítalo criou a proposta de trabalhar com a interdisciplinaridade no meio estudantil por meio da criação de um Clube de Ciências como base para desenvolvimento de diversos projetos, engajando e empoderando os alunos, e também como uma forma de ampliar as possibilidades de futuro e de contribuir para o desenvolvimento social e cívico.

X
Jenyffer da Silva Portella

Jenyffer identificou que na instituição onde ela atua como voluntária tinha terra fértil e não era aproveitada, dando início a criação de uma horta. Com a ajuda de um núcleo de meio ambiente e de um técnico agrícola, ela liderou atividades como capinar, plantar, regar, etc. Os produtos da horta são utilizados em refeições feitas para moradores da Cidade de Deus.

X
Joanderson Cadena da Silva

Voluntário no Gota Social - PH (pré-vestibular social), Joanderson dedica o seu tempo duas vezes por semana como monitor de Biologia e Química do projeto que beneficia 60 jovens a partir dos 17 anos de idade. O seu objetivo é oferecer melhor qualidade de estudo aos que não podem pagar por um pré-vestibular.

X
Julia dos Santos Souza Felizardo

Julia atua em um projeto de literatura e criou, junto com uma professora, a "Primavera do Livro”, um evento composto por atividades como declamação de poesia, teatro de fantoches e apresentação de trabalho dos alunos de uma escola pública.

X
Julia Rosa de Medeiros

Julia participa de oficinas de dança, esporte e ética na Associação Semente da Vida (ASVI), atendendo mais de 300 crianças com o intuito de afastá-las das drogas. Ela também atua promovendo peças de teatros e debates sobre temas como gravidez na adolescência, homofobia, bullying, pedofilia e abuso sexual.

X
Juliana Castelo Branco Dreyer

Juliana atuou na conscientização de moradores do Morro da Formiga, principalmente de crianças de uma escola municipal, sobre reciclagem do óleo de cozinha usado. A coleta do óleo usado se transforma em permuta por produtos de higiene, além de contribuir para uma comunidade mais verde e moradores mais conscientes.

X
Kawan Lopes Tomé

Voluntário do Instituto Metodista Ana Gonzaga, Kawan atua em peças teatrais com objetivo de levar cultura e artes de maneira ampla aos jovens e as crianças. Ele participa de rodas de conversa com os jovens da comunidade e da instituição local sobre temas como saúde e prevenção e ajuda a dar aulas de teatro e reforço escolar para crianças, além de arrecadar doações.

X
Laura Martins Soares Bergara

O trabalho voluntário de Laura consiste em planejar e dar aulas de reforço escolar em português e matemática no INPAR, por meio de exercícios e jogos didáticos para 20 crianças. Além desse apoio nos estudos e de identificar a necessidade de cada uma, Laura também ajuda na arrecadação de alimentos, material didático e roupas.

X
Letícia Tupinambá

Letícia é voluntária da ONG Pata Real, que cuida de animais. Ela ajuda na realização de cirurgias e na doação de medicamentos, além de organizar feiras de adoção, gerenciando o evento e o posterior acompanhamento do animal. Mensalmente, ela vai ao sítio onde os animais tratados ficam hospedados para aplicar medicamentos e dar um pouco de atenção.

X
Luan Silva da Nobrega

Luan realiza aulas de reforço escolar das matérias que domina para crianças em um espaço na casa da sua avó. Ele precisou dividir as aulas em turnos da tarde e da noite para poder atender a todos os alunos. O seu objetivo é ensinar as pessoas e vê-las felizes pelas suas conquistas.

X
Lucas Guarnelli Scherpel

Lucas participa do projeto "Maracanã e Suas Árvores" com o objetivo de conscientizar a população sobre a inserção da arborização urbana, que atua diretamente na redução de gases poluentes. Junto com seu professor e colegas, ele fez o levantamento de mais de cem árvores presentes na arborização urbana do Maracanã e ainda criou e desenvolveu um aplicativo como forma de compartilhar com a população sua pesquisa.

X
Michael da Rocha Sousa

Michael ajuda a afastar as crianças e adolescentes da violência e do tráfico de drogas, ocupando suas mentes dando aulas de Muay Thai para mais de 20 pessoas entre crianças e adolescentes. Ele acredita que as aulas são uma forma de ajudar as pessoas e usar melhor o tempo que elas têm disponível para fazer algo importante para suas vidas.

X
Paola Silva de Carvalho

Paola é voluntaria em duas frentes de trabalho. No Pré-Enem popular ela ajuda 400 jovens da instituição com a organização do material didático e atendimento aos alunos. Já no Projeto #maricasolidária #nalutacomguilherme ela auxilia na arrecadação de recursos para compra de medicamentos para o Guilherme que foi diagnosticado com Linfoma de Hodgkin e não tem os remédios fornecidos pelo SUS.

X
Pedro Gabriel de Mello e Souza Campana

Pedro participa do projeto de revitalização cultural da Praça da Cruz Vermelha realizando eventos, mutirões de lixo e distribuindo lanches. Ele também atua como voluntário no entretenimento e disseminação de cultura para pacientes que ficam a espera de atendimento em um hospital na região.

X
Rafael Rabelo de Sousa

Rafael é um dos coordenadores do Projeto Sociocultural Bandeirantes, atendendo crianças e jovens entre 3 e 20 anos por meio de reforço escolar. Ele dedica parte de seu tempo como educador comunitário e ainda é líder da equipe de Comunicação. Além de contribuir com o desempenho escolar, o objetivo do projeto é melhorar o comportamento social das crianças e aumentar a afetividade nas relações familiares.

X
Sara Aparecida Pimenta dos Santos

Sara ensaia dança duas vezes por semana para apresentações em eventos sociais. Ela prepara as coreografias e realiza apresentações em ações como café da manhã para pessoas em situação de rua. Sara ainda ajuda na arrecadação e distribuição de doações de cestas básicas e roupas para as crianças e apoia outros projetos sociais como, por exemplo, um de construção de casas.

X
Vitória Cardeal Rodrigues Teixeira

Vitória é voluntária em instituições e realiza, frequentemente, visitas com objetivos distintos. O mais recente foi em um hospital público, na área pediátrica, onde os jalecos usados no laboratório e os rostos dos alunos foram pintados para alegrar e brincar com as crianças internadas.

X
Weslley de Almeida Cabral

Weslley atua como voluntário dando aulas de arte marcial de Kickboxing e Muay Thai. Ele começou dentro da própria escola, com o intuito de atrair alguns jovens da comunidade e desviar o foco das drogas. Hoje o trabalho de Weslley é também oferecer ajuda às famílias com doação de cestas básicas que ele e os demais participantes do projeto arrecadam.


Prudential do Brasil